Image Map A Providência: FILME: CHRONICLE    

FILME: CHRONICLE


Diretor: Josh Trank
Elenco: Dane DeHaan, Michael B. Jordan, Alex Russell e Michael Kelly
Ano: 2 de março de 2012
Gênero: Sci-Fi, Thriller, Drama, Ficção
Custo: $12,000,000
IMDb: 7,1

Olá meus queridos recrutas. Como “cês” tão? Bão. Legal então. Hoje eu tenho um filme mega, hiper, fucking joinha que quem é fã de filme de super heróis vai gostar pakas. Antes de começarmos a fazer essa analise “amazing” desse filme, eu gostaria de dizer que vou começar a recomendar animes também. Ou seja, agora sim nossa família está completa. Abraço grupal. Mas enfim. Minha época de assistir anime foi há muito tempo, só que eu já tenho alguns animes para mostrar a vocês e estou me dedicando para assistir novos que eu tenho quase certeza que vão fazer sucesso com a nossa galera. Curtiu, curtiu, curtiu isso? Legal, porque vamos deixar desse papo delicioso entre suas línguas e o seu monitor e vamos a essa fantástica resenha sobre mais um filme que hoje está fantasticamente louco. Pois é, meus lindos lunáticos. Não passa de um Sci-Fi de baixo orçamento e thriller de outro mundo. Literalmente. Vocês vão entender mais tarde.

Com um toque de drama e uma incrível trama que vai cativar todos vocês, eu gostaria de apresentar nada mais nada menos do que “Chronicle”, ou como muitos conhecem, “Poderes Sem Limites”. O nome eu achei genial, apesar de ter uma pequena coisinha que causa isso. Agora vamos ao poderoso elenco que forma o filme de hoje.

O nosso elenco principal é constituído por três grandes atores, um deles já fez parte do logo do nosso blog. Que maravilhoso. Então vamos começar com ele. Interpretando o nosso alfa, inseguro e preocupado com a mãe, Andrew Detmer, temos o nosso Duende Verde, Dane DeHaan (O Espetacular Homem-Aranha 2). Junto a ele está o zoeiro, o bacana e o que não liga para nada, Steve Metgomery, que é o nosso novo Tocha Humana, Michael B. Jordan (Quarteto Fantástico). Para terminar o trio dos meninos super poderosos está ele, o primo do Andrew, o responsável e o sobrevivente, Matt Geretty, interpretado pelo Alex Russell (Carrie, a Estranha). Para terminar esse pequeno elenco, temos o pai de Andrew que é o cara mais irritante do mundo, feito pelo espetacular, Michael Kelly (Homem de Aço). A direção genial desse filme é dada ao diretor e roteirista Josh Trank, que infelizmente participou da falha em Quarteto Fantástico. Paciência, né?!



Depois dessa apresentação das galáxias, vamos ao que interessa. Poderes Sem Limites trás a história de três amigos, Andrew, Matt e Steve, sendo os dois primeiros primos. Andrew é um tipo de cara que não tem sorte nenhuma na vida. Sua mãe, Karen, sofre de um câncer terrível e os remédios são muito caros. O seu pai alcoólatra, Richard, é um chato de galocha que só serve para atrasar a vida do garoto e de sua mãe. Tirando tudo isso que já seria o suficiente, Andrew é uma pessoa totalmente impopular, ou seja, ele era ignorado por todos na escola, apenas o seu primo Matt era o que dava alguma atenção a ele. Eles são bastante ligados, então sempre para onde um vai, geralmente, levam o coitado do Andrew junto. Porém, eu ainda não citei que boa parte do filme é construída a partir de uma câmera que o garoto carrega para todo canto. Ele filma tudo que acha interessante.

Bem, depois de algumas informações básicas, ele e o primo são convidados para ir a uma festa, mais especificadamente, uma rave. Raves são loucas. Sempre acontece uma paradinha excessiva, e foi o que aconteceu. Andrew e Matt são expulsos por um motivo que não vou contar, e acabam saindo do local onde a festinha estava rolando. Porém, um cara bem “crazy” conhecido como Steve, acaba encontrando um buraco estranho perto dessa mesma casa, e você já sabe. Isso acabou resultando na parada legal do filme. 

Ele vê que Andrew estava com uma câmera e queria registrar tudo, então chamou ele e o primo Matt, para irem ver o que havia debaixo desse buraco. Como o local quase todo estava escuro, a luz da câmera deu uma ajudinha. Mas isso não foi preciso no final já que havia um objeto azul que brilhava intensamente. Ele parecia ser um meteoro feito de cristal, o que chamou a atenção dos nossos protagonistas que ficaram admirados com a grande coisa que estava à frente deles. No entanto, algo de bizarro aconteceu.

Eu não lembro direito, mas o suor de um dos garotos começou a levitar quando chegaram perto do objeto cristalino. E por alguma razão, eles começaram a ter uma hemorragia pelo nariz e sentiram dores. O local todo começou a desmoronar e eles precisavam sair rapidamente, e nesse processo, a câmera do Andrew acaba sendo destruída e a imagem é cortada pelo fato de não possuir mais o que gravar e não haver luz. O objeto é soterrado e os caras acabam saindo a tempo. 


Depois da cena, uma nova câmera é comprada pelo Andrew e outras imagens começam a ser filmadas, entre elas, está o início do que aconteceu com os nossos personagens. Mas o que aconteceu, Neto? Eles adquirem nada mais nada menos do que telecinese. Eles são a Jean Grey do mundo de Chronicle. E agora eu pergunto a vocês. O que fariam caso soubessem que obtiveram a habilidade de mover coisas devido a um objeto estranho? Eu não sei vocês, mas eu faria o que esses caras fizeram.  Em algumas cenas vemos Andrew entortar um garfo antes dos dentes enfiarem na pele de Matt. Vemos também eles mexerem um urso para assustar uma garota, como também vemos Matt empurrar um cara do nada. No entanto, a mais engraçada foi Steve escondendo o carro de uma mulher. Essa ganhou.

Só que para realizar esses feitos maravilhosos, eles precisam pagar um preço. O que isso quer dizer? Eles conseguem aperfeiçoar seus poderes, mas para isso, devido ao esforço, eles acabam tendo hemorragias nasais semelhantes ao que aconteceu no buraco. Percebemos isso em várias cenas, uma dessas é a do carro. No entanto, voltando a falar do buraco. Eles acabam voltando no mesmo lugar onde tudo começou e se deparam com o local interditado devido a estar afundando. Eu chuto que eles acabaram ativando algum tipo de reação telecinética no objeto ao entrarem em “contato” com ele. Mas isso não descobriremos.

Os três acabam desenvolvendo suas habilidades, e descobrem que podem voar através do Steve que foi o primeiro a ter vivenciado a experiência. Porém Matt acaba tendo uma certa dificuldade em aprender, enquanto Andrew aprende facilmente. O que é explicado quando o próprio garoto diz que é o alfa do grupo. Mas voltando. Devido a uso de seus poderes, eles acabam gerando um acidente, no qual prometeram não utilizar suas habilidades em seres vivos. Essa cena acontece antes deles desenvolverem o voo.

Para não acabarmos aqui, eu posso garantir a vocês que vai haver cenas que ficaram extremamente triste e outras com muita raiva do Andrew, e principalmente do pai dele, que vai acabar tornando o garoto, junto aos poderes do seu filho, em um monstro. Não literalmente um monstro, mas alguém que precisará ser parado. Algumas outras situações irão acabar causando tudo isso, porém, o que vocês precisam saber no momento são esses detalhes.

É isso galera. Eu espero que vocês tenham curtido outra resenha desse blog que eu tanto adoro e espero que vocês também. Estou postando menos, porque meu computador está com defeito e não consigo cumprir o meus dias de postagens. Mas eu vou dar um jeito nisso. Bem, eu apresentei para vocês, “Chronicle”, onde existem garotos que fazem filmes através de suas próprias câmeras, objetos que dão poderes sobrenaturais e telecinéticos fora de X-Men. Até a próxima, e corta, recrutas. 

TRAILER:



4 comentários:

  1. Eu não gosto mt de filmes desse gênero Sci-fi mas vou ficar aguardando suas indicações de anime rsrs!
    Te marquei no meu blog pra participar de uma Tag, se vc quiser é claro, bjokas!

    bomhumornaosaidemoda.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Rebeca... Pode deixar que os animes já já aparecerão.
      Desculpe não ter respondido a sua tag. Fiquei muito tempo afastado e não deu. :)

      Excluir
  2. Que legal. Eu curti. Assinei esses tempos atrás Netflix e tô viciada! Hahahah, uma pena que esse filme não tenha lá. Mas vou procurar online e ver! Beijos, até mais! ps: não some...

    www.chadefirulas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Netflix é ótima e tem ótimos filmes lá... Quem sabe não apareça em uma próxima atualização. :)

      Excluir