Image Map A Providência: PROVIDENCIE ESSAS NOTÍCIAS: MÚSICA, FILME E STREAMING    

PROVIDENCIE ESSAS NOTÍCIAS: MÚSICA, FILME E STREAMING


Xuxu beleza, galera? Meu nome é Neto Araújo e sejam bem-vindos a outro episódio de A Providência. Hoje, no “Providencie Essas Notícias”, posso dizer que está recheado de notícias que podem ser pura felicidade para alguns e tristeza para outros. Talvez você ame, talvez você odeie, talvez você procure um psicólogo e queira descobrir o motivo de estar lendo isso, mas quem se importa, né?! Porque nessa matéria irei falar de uma nova música que foi lançada de uma “fucking” banda. Uma nova adaptação que estará chegando nos cinemas e promete muito. E por fim, algo que aconteceu com duas coisas que a gente, seres a favor da tecnologia, adoramos. Sem mais delongas, vamos deixar a curiosidade de lado e partir para o que interessa? E eu não estou falando do bolo de chocolate que você esconde no fundo da geladeira. 


Good Grief


Eu, um mero mortal que tenta se informar, descobri quando iria ser revelada, pela primeira e única vez, a música “Good Grief” da banda Bastille. Você curte? Claro que curte. A BBC Radio 1 estreou essa nova faixa dia 16 de junho, quando no ar, soltou essa grande música da nossa banda britânica que se popularizou por diversas músicas, entre elas Pompeii, Of The Night e Oblivion, onde nossa querida Sansa Stark, ou Sophie Turner, faz uma parada bem nostálgica no clipe.

“Good Grief” tem uma musicalidade bem dançante, além de ter um som bem anos 90, com uma pegada que todos os tipos de pessoas adorariam ouvir. Seu clipe é bem dinâmico e mostra uma perspectiva da letra bem interessante. Sendo um vídeo que chama bastante a atenção, eu poderia dizer que se ajustou perfeitamente a música, que traz uma sonoridade e alegria incrível. É impossível ouvir e não se apaixonar por esse novo tipo de som que o Bastille nos apresentou. Apesar de haver uma prévia da música, apenas no dia 16 de junho, essa faixa nos foi apresentada, e no dia 22, o seu clipe, tão marcante, foi lançado.

CLIPE:



The Girl With All The Gifts


Agora vamos falar de um filme, que pelo trailer, me chocou bastante. Eu estou falando de nada mais nada menos do que “The Girl With All The Gifts”. Essa história encantadora que traz terror, questão sobre a ética humana e um drama forte, vai conquistar o público se conseguir transmitir o que promete. Pela trama temos uma noção do quão profundo essa adaptação de “She Who Brings Gifts” pode ser. Retirada do próprio romance do roteirista do filme, M.R. Carey, é perceptível a confiança que é posta nessa história que agora vou mostrar a sinopse.

Pelo que demonstra o trailer, nos deparamos com um mundo pós-apocalíptico dominado por zumbis, e na qual, os humanos tentam lutar para sobreviver e encontrar uma cura. Aquele clichêzinho de sempre que gostamos. Porém, estrelado por Glenn Close e Gemma Arterton, o filme não demonstra ser apenas mais outro movie trágico qualquer. Crianças, que de alguma maneira se mantiveram sãs após ser infectadas, começam a ser estudadas por uma médica, Srta. Justineau, a fim de encontrar alguma cura. Essas crianças pensam como humanos normais, mas possuem a fome canibal de um zumbi, por isso são controladas em celas e estudadas presas em cadeiras. A doce médica é gentil com as crianças, apesar dos soldados que a vigiarem não aceitar sua atitude, por achar que está brincando com o perigo. No entanto, em meio a um ataque de zumbi, a Srta. Justineau iria ser finalizada quando Melanie, a garotinha foco do filme, a salva. A médica, que gosta bastante da garotinha, continua com sua missão e, a partir dela, busca por uma vacina que possa salvar a raça humana de ser exterminada. Assim, chamando a pequena Melanie de esperança. Emocionante, não?! Vamos a próxima notícia. 

TRAILER:



Chrome x Netflix


Foi descoberto, por uma equipe de investigadores que existe uma falha/brecha no Chrome que nos permite fazer algo que poderia ser considerado ilegal. Poderia não. É ilegal. A Netflix é um serviço de streaming que nos disponibiliza filmes e séries pela internet na qual não permiti que nos apoderemos de tais vídeos. Porém, um erro foi encontrado no Chrome e acabou que isso agora, de certo modo, é possível. Eu não vou dizer aqui como piratear vídeos do Netflix, porque, primeiro, é ilegal e não seria algo muito favorável, e segundo, porque eu não sei mesmo. Todos já sabiam disso.

Os investigadores reportaram ao Google no dia 24 de maio, para que resolvessem essa falha, que dizem eles, que é simples de resolver. Eles precisam esperar um certo período para que o Google resolva esse problema, mas, até lá, eles postaram um vídeo mostrando como é o processo para conseguir “furtar” esses vídeos do Netflix, e ainda, revelando, que além do Chrome, outros navegadores podem disponibilizar essa brecha para a conquista dos filmes e episódios das séries. 

VÍDEO (INGLÊS):



Gostaram do “Providencia Essas Notícias” de hoje? Foi muito legal dar uma pesquisadinha por aí. Eu encontrei umas novidades que vocês não vão acreditar. Enfim... É isso que tem para hoje pessoal. E é nessa despedida que eu apresentei para vocês uma “fucking” música, uma “fucking” adaptação e uma “fucking” burrada do Google. Valeu, galera. Wild World Communications desligando. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário