Image Map A Providência: TEORIA DA CONSPIRAÇÃO: TIM BURTON    

TEORIA DA CONSPIRAÇÃO: TIM BURTON




Xuxu beleza, galera? Meu nome é Neto Araújo e sejam bem-vindos A Providência. Começando uma nova matéria desse lindo e maravilhoso blog, com um lindo e maravilhoso bordão. Hoje, eu vou trazer algo diferente para vocês, mas como sempre, relacionado a filmes incríveis. Eu acabei percebendo coisas estranhas em dois movies que acabam ligando eles de uma maneira um tanto quanto semelhante. Sim, eu estou falando de uma teoria maluca. Não, gente. Eu não vou dizer que alguém está em coma ou dormindo. Sim, eu poderia ser rico, mas estou aqui. Fazer o que? Enfim... Vamos a nossa teoria da conspiração?

Para começar, de quais filmes nós estamos falando, Neto? Você não sabe ainda? Então chega mais perto pra gente bater um papo, pois eu estou falando de nada mais nada menos do que “Corpse Bride (A Noiva Cadáver)”, um filme que eu já recomendei aqui, e Frankenweenie, aquele filme do cachorrinho morto-vivo que faz paródia do monstro de Frankenstein. Mas o que esses dois fantásticos filmes de Tim Burton têm de semelhante a não ser o sucesso? Muito simples, e vou explicar no próximo tópico.



Sendo os dois criados a partir de temas sombrios e pela técnica de stop motion, temos uma experiência cômica, dramática e impressionante quando nos damos de cara com essas duas grandes obras. Porém, é notável vermos coisas bastante comuns entre elas duas. Para começar, dois personagens principais se chamam Victor. Sim, o dono do pequeno “Frankenweenie” se chama Victor Frankenstein, enquanto o nosso atrapalhado personagem de “Corpse Bride” se chama Victor Van Dort. Legal, mas o que tem isso? Coincidência? Pode ser, mas é estranho os dois se parecerem tanto, não acham? Se o nosso querido Victor da Noiva Cadáver fosse ilustrado como criança, o pequeno criador Victor Frankenstein, seria a pessoa certa para essa função. Os dois são iguais. Fisicamente iguais.

Tá, mas isso é outra coincidência. Legal. Vocês lembram que o Victor tinha um cachorro quando era criança? Eu estou falando do Van Dort. Lembram que ele morreu quando ele (Victor) estava nessa fase de sua vida? Vamos dar uma voltinha até Frankenweenie. Vocês lembram que o filme tem o foco em um cachorro, certo? E ele era do pequeno Victor Frankenstein. Mas o nome do filme só leva esse nome, porque o dog morre. Morre na fase da infância do Victor também, até ele trazê-lo de volta a vida. Coincidência esses dois fatos ocorrerem na mesma época para ambos protagonistas? Eu acho que não.



Vamos estipular que essa seja outra coincidência. Vocês lembram qual era o nome do cachorro de Victor Van Dort? Não?! Vou lembrar vocês. Era Scraps. Mas o do nosso Victor Frankenstein era Sparky. Não são iguais, no entanto um lembra o outro. Maaaaas, a forma física de ambos os cães também é igual, se imaginarmos bem. Mesmo o Scraps sendo só ossos, podemos notar que o esqueleto dele poderia ajustar-se bem ao corpo do Sparky.

O que vocês acham disso? Eu, provavelmente, acho que Tim Burton fez uma homenagem a Corpse Bride e a primeira versão da animação a partir de Frankenweenie, colocando elementos que seriam facilmente detectáveis. Ele pode ter alterado algumas coisas como o nome de Victor para Van Dort, o nome de Sparky para Scraps, dentre outras coisas, para não tornar o filme uma cópia, apesar das histórias serem completamente diferentes, mesmo envolvendo a morte e a vida. Frankenweenie foi lançado em 1984, até receber o tal aclamado remake em 2012.

Gostaram dessa teoria da conspiração? Quando houverem novas, não hesitarei em colocar, porque achei super divertido construir ela. É isso galera. Vocês viram a primeira “Teoria da Conspiração” do blog e espero que tenham curtido assim como eu. Valeu, e até a próxima.

4 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Boa teoria ;) ....fora dizer que pelo passar do tempo o cãozinho estaria só os ossos mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado :)... Pois é, ele apenas estaria com os ossos em dia, haha... Foi divertido pensar em uma ligação entre esses dois filmes.

      Excluir